O vazio de uma vida ocupada demais #4

Olimpíadas e Nomadismo: o que uma atleta que desiste de competir, camas anti sexo (?) e jogadoras de handebol norueguesas tem a ver com SlowTravel?

Previously on...
#3 | Até os Teletubbies já foram vacinados
#2 | Estamos de cara nova

Tempo de leitura: 5 minutos

Uma das principais atletas da ginástica da atualidade, a americana Simone Biles, desistiu de ir a final individual de ginástica artística na manhã desta quarta-feira, com apenas 24 anos, era uma das favoritas ao pódio. O motivo é um daqueles que enche o <3 de esperança no mundo: necessidade de preservar a saúde mental.

Ela afirmou que a força para tomar essa decisão, veio de Naomi Osaka, mais um exemplo de atleta que se abriu publicamente sobre a sobrecarga emocional, ('It's O.K. Not to Be O.K.'), Naomi que se recusou a dar entrevistas coletivas para a imprensa durante o campeonato do Roland Garros para aliviar a ansiedade, trouxe a público o desespero e voz a um movimento.

Simone publicou no seu perfil no Instagram que as vezes sente o “peso do mundo” sobre ombros, e que as olimpíadas não estavam tão divertidas assim [EITA!].

A post shared by @simonebiles

A decisão de Biles é parte de uma tendência maior dos atletas, especialmente nas Olimpíadas deste ano, se abrindo sobre as lutas emocionais que vêm com a competição”.

Ser simples e ter coragem de respeitar os próprios limites, é o novo chic. Nessa de respeitar nossos fardos, tem gente propondo movimentos que vão na contra mão: desacelerar (mas desacelerar com propósito), não demorou, esse movimento ganhou o coração de muita gente que ressignifica o Nomadismo Digital, e é sobre essa tendência que vamos falar hoje…

Rebecca e Rodrigo, tem uma definição bem a ver com nossa comunidade sobre Nomadismo:

“Na verdade, é muito mais sobre como usamos a nossa liberdade geográfica para conhecer a vida local pelo mundo, enquanto fazemos uma viagem com calma - o famoso slow travel. Conhecemos nômades que se mudam semanalmente - uma opção que eu acho bem corrida -, já outros que passam até 6 meses em uma mesma cidade - esse é o nosso caso”.

Tem certo e errado? Definitivamente não, mas responde pra gente, quando você desacelera, o que é que acontece?

A post shared by @desacelerasp

Tá proibido amar na Vila Olímpica?

Talvez você não saiba, mas as olimpíadas são tipo um carnaval, rola safadeza gente… só em 2016 nos jogos do Rio de Janeiro, foram distribuídos 450 mil preservativos, o que quase causou um entupimento na rede de esgotos da vila por aqui… “é, meus amigos… é isso o que acontece quando você coloca um monte de gente bonita e atlética no mesmo lugar".

Mas esse ano o carnaval tá diferente, com as medidas de restrição sanitárias, muita coisa pegou os atletas de surpresa, uma delas foram as camas de papelão que, por boatos, supostamente estariam ali para impedir o “contato íntimo” entre os atletas e foram carinhosamente apelidadas de: camas anti-sexo.

Mas não tem nada disso, o propósito é bem mais nobre: "o equipamento de dormir teve que se alinhar ao plano de sustentabilidade dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que visa entregar um evento mais sustentável e apresentar conceitos e soluções inovadoras que terão um legado após os jogos".

Rhys McClenaghan, um ginasta da Irlanda, desmentiu a história, publicando um vídeo pulando em sua cama para mostrar que elas são bem mais resistentes do que parecem.


Jogo dos 7 erros…

2021 e mulheres ainda tem que ouvir sobre o que devem ou não vestir: "vamos continuar a lutar, juntos, para mudar as regras de vestuário, para que os atletas possam jogar com as roupas com as quais se sentem confortáveis", essa foi a declaração dada pela Federação Norueguesa de Handebol depois que sua equipe feminina da modalidade de praia se recusou a usar biquíni no campeonato europeu.

E essa é uma discussão que extrapola as olimpíadas, não é novidade que há muito tempo, mulheres em geral, tem seus corpos colocados à prova.

"A questão não é o short. A questão é que mesmo em 2021 as mulheres ainda tendo que ouvir o que podem ou não podem vestir, porque os corpos das mulheres ainda são vistos como objeto para o proveito dos homens, algo sobre o que se tem direito de comentar, de exigir e de decidir" Tova Leigh.

A bomba foi lançada… qual sua opinião?


O que o Japão pode ensinar a comunidade Nômade?

Fazer uma Olimpíada no meio de uma pandemia não faz muito sentido. Mas aos trancos e barrancos, o negócio saiu não é mesmo? E nós estamos aqui de bituca para saber quem pode contar pra gente o que anda acontecendo por lá (sempre pelo olhar criterioso da realidade). E vem aí (esperamos que sim) conteúdo bem legal, de um brasileiro que anda por lá [mistério] >> chamei o Bruno para contar pra gente o que ele anda aprontando por aquelas bandas, será que ele vai animar?

Enquanto ele não anima, Atila Roque conta pra gente um pouquinho do que esse país tem a oferecer (com certeza vai entrar para minha lista de destinos <3). Ele afirma que os anos que passou por lá, representaram a experiência mais radical de choque cultural pela qual passou na vida [EITA!], enfim, vale muito a leitura (quem sabe uma ida também? se for, não esquece de escrever pra gente).

No clima de Olimpíadas (e muitas lições para vida Nômade), vamos ficando por aqui, não sem antes, deixar um motivo para você rir (e relembrar a infância)…


Quando a gente junta

Desafiamos nossos membros, a se tornarem nossos criadores, deixando de ser apenas leitores passivos, e se tornarem parte (e autores) da aventura. a forma como co-criamos, é uma obra de arte coletiva, é por isso que nossa planilha está sempre aberta, se você acha que pode colaborar, ou apenas quer indicar/conectar com pessoas que fazem parte da nossa comunidade, além de vários recursos bacanas que disponibilizamos aqui.

https://instagram.com/p/CRgq6QGh1zx


obrigada por ler até o final, e não esqueça de compartilhar :)

👧 curadoria e textos por Mari Rosa.

📩 essa é uma newsletter (co-criada) sobre Nomadismo Digital, acreditamos que esse processo invariavelmente passa por ter conversas sobre trabalho, comportamento, família e saúde (mental e física) - e como todas estas coisas conversam entre si, para o sucesso do processo. se você gostou do que encontrou aqui, toda quinta feira tem mais, para receber por e-mail, é só se inscrever:

inscreva-se agora :)